Quod erat demonstrandum

estagio-correios

Rui Costa Pimenta

 

A comprovação das teses políticas é, como todos sabem, muito mais complexa que a das hipóteses do mundo físico. Não obstante, o XI Congresso da Fentect comprovou as teses do PCO com um rigor superior a muitas experiências de química e física.

Disseram que a burocracia era invencível. Foi derrotada no congresso em todas as teses fundamentais.

Disseram que a federação nacional, porque era dirigida pelo partido do governo, era apenas uma dependência do governo federal. Todas as teses do governo federal foram rejeitadas pelo plenário do Congresso.

A ditadura da burocracia jamais seria vencida. Foi quebrada em pontos fundamentais.

Apesar de todas as manobras burocráticas e toda a pressão do aparelho político do governo e do PT, o plenário do congresso esteve durante cinco dias dividido ao meio.

Já a oposição sofreu todo o tipo de boicote de correntes que diziam ser uma ferrenha oposição à burocracia. O Sindicato de S. José do Rio Preto, ligado à chamada federação anã, recusou-se a enviar delegados ao Congresso. No Rio de Janeiro, a bancada da Conlutas recusou-se a apresentar chapa entregando os delegados à bancada que eles mesmos chamam de “governista”. Durante metade do congresso, a luta da bancada da oposição concentrou-se em pressionar a bancada da Conlutas para que estes se decidissem a votar na oposição para derrotar a situação.

Mesmo assim, as votações impuseram uma derrota a toda política da burocracia:  foi extinto o comando de negociação, que havia se transformado em um balcão de compra e venda de sindicalistas pela direção da empresa a serviço de trair as lutas e as reivindicações operárias. Foi substituído por uma representação ampla de todos os sindicatos, com cerca de 40 pessoas, representativa de todas as forças e dos sinicatos de base. Foi eliminada a política de desfechar um ataque de surpresa contra os trabalhadores nas campanhas salariais e os informes falsificados dos comandos ditatoriais. Foi restabelecido o quórum de 2/3 de sindicatos para aprovar o acordo salarial.

A direção da Fentect teve a tradicional política monolitica da burocracia quebrada através da vitória da proprocionalidade qualificada.

Quando a eleição da diretoria começou a política da burocracia estava completamente liquidada em um congresso dominado pela propria burocracia que escapou completamente do controle por pressão da base.

A votação serviu, acima de tudo, para liquidar todas as teses improvisadas sobre a burocracia sindical e a luta política. O marxismo, teoria que encontra sua comprovação na realidade, mostrou o acerto de todas as suas teses sobre o sindicato, a burocracia e a luta da classe operária através da vitória dos representantes da classe operária contra os representantes patronais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s