Eleições nos EUA: Bernie Sanders coloca Clinton em xeque

Nas disputadas eleições primárias, a esquerda democrata tem grandes chances de vencer a candidatura da direção e do mercado financeiro

Bernie-Sanders-Hillary-Clinton-Email-Scandal

O partido democrático, com seu sistema de escolha de candidatos por eleições primárias, está se deparando com uma eleição muito acirrada. Os dois principais candidatos, Bernie Sanders e Hillary Clinton, obtiveram no estado do Iwoa (primeiro estado a realizar eleições) um resultado “praticamente empatado”, como colocou Sanders.

Clinton é a candidatura da direção do partido e principalmente da burguesia imperialista do mercado financeiro, sendo a candidatura que mais recebeu fundos chegando a mais de 160 milhões de dólares doados. Entre seus maiores doadores está George Soros, que sozinho doou 7 milhões de dólares, conhecido especulador financeiro e um dos supostos financiadores de grupos golpistas pelo mundo, como Movimento Brasil Livre.

Já Sanders é uma candidatura da esquerda do partido, uma candidatura apoiada nos sindicatos e com apoio popular. Ele recebeu mais de dois milhões de doações com a maioria destas sendo de menos de 200 dólares. Bernie Sanders quando era deputado foi um dos 133 deputados (de 433) a votar contra a guerra do Iraque, diferente de Hillary Clinton que votou com a minoria de seu partido a favor da invasão. Entre as pautas defendidas pelo candidato estão: dobrar o salário mínimo, faculdade pública sem mensalidade, entre outras coisas.

O resultado de Iowa colocou para a candidatura de Sanders, que não via chances de vitória, uma possibilidade real de vencer a direita do partido. Uma pesquisa feita por uma universidade norte-americana coloca Sanders e Clinton num empate técnico nacionalmente. A pesquisa também comparou os resultados dos dois democratas contra alguns possíveis candidatos republicanos e Sanders se mostrou a melhor opção para a enfrentar a direita na eleição geral.

Existem grandes probabilidades de que Sanders vença a eleição primária. O portal de notícias Huffinton Post fez uma média das pesquisas que apontam que Sanders teria uma ampla margem sobre Clinton . Isso mostra uma deterioração do controle da burguesia ligada ao mercado financeiro sobre o Partido Democrático e sobre o sistema eleitoral de conjunto.

A crise do neoliberalismo por conta da guerra do Iraque e subsequente da crise de 2008 levou à bancarrota da direita tradicional do partido republicano e tem levado à um grande desgaste da direita do partido democrático. A polarização causada pela crise política nos EUA fez com que o candidato dos bancos no partido republicano, Jeb Bush, tenha tido menos de 3% dos votos e que Ted Cruz, ligado ao Tea Party (organização de caráter fascista) tenha acabado em primeiro na votação republicana. O mesmo acontece na primária democrata que aponta como liderança um candidato mais à esquerda contra uma candidatura direitista, as primárias já mostram que os EUA se encaminham para uma crise política nas eleições gerais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s